Menu

Fogos de Artifício: Como proteger seu Pet

Todo o ano é a mesma coisa, donos despreparados, cães desesperados e uma quantidade enorme de anúncios de cães desaparecidos é compartilhado pelo facebook dias depois... Sinceramente, eu ando cansada de tanta negligência que ando vendo por aí. 

Este natal foi prova disso, vi muitos cães desnorteados circulando pelas ruas na noite do dia 24 em Porto Alegre, e que aparentemente, não eram cães de rua mas que foram abandonados à sua própria sorte "em casa" por seus donos e por medo dos fogos acabaram fugindo. E a cada 1º de Janeiro a história se repete com o agravante que nem sempre os donos estão com seus cães ou estão em lugares desconhecidos, por exemplo no campo, na praia, onde certamente  não se conhece ninguém e a busca pelo animal acaba sendo muito mais difícil...

Nossos cães sempre estiveram conosco na noite do ano novo, porém há dois anos começamos a ter problemas neste sentido aqui em casa com dois deles em dia de fogos quando acontecem jogos de futebol, datas religiosas, natal e o auge do stress deles se dá na noite de 31/12. Depois de tentarmos várias técnicas diferentes de dessensibilização e medicação natural com florais e não ter sucesso com nenhuma destas alternativas, optamos por usar medicação ministrada e sugerida pelo veterinário da turminha aqui. Aliás, já conhece eles? Veja-os aqui!

A medicação faz com que os dois se acalmem, durmam e não fiquem estressados ou traumatizados com a noite barulhenta que certamente deve ser terrível para eles assim como era para nós que sofriámos vendo o medo e desespero deles. :( É importante ter sempre alguém supervisionando as reações, não dá para medicá-los e estar viajando, por exemplo! Tem que ficar de olho e ficar por perto até que o efeito passe completamente pois cada animal tem um organismo e reage de diferentes formas podendo ter até restrições para este tipo de medicamento por isso, NÃO AUTOMEDIQUE SEU CÃO OU GATO, procure sempre a ajuda de um profissional seja um adestrador para ajudá-lo em técnicas mais apuradas de dessensibilização ou de um veterinário para lhe indicar alguma medicação caso seja preciso. Combinado?

Existem algumas técnicas que você mesmo pode fazer e que podem funcionar, estando você na companhia de seus pets ou não:

1 - Alguns dias antes coloque sons de fogos (existem vários vídeos no youtube) para ele ouvir. Comece com volume baixo e vai aumentando para que ele vá se acostumando e presentei-o com petiscos para que ele associe o som à algo bom.
2 - Você conhece seu cão, por isso se possível não deixe-o sem companhia por muito tempo e os cães que vivem na rua, devem estar se possível dentro de casa.
3 - Coloque a plaquinha identificadora,em caso de fulga a chance de ser encontrado é muito maior.
4 - Para os gatos deixe as portas dos armários abertas para que procurem abrigo.
5 - Para que seu cão não associe medo com carinho, evite demonstrar pena e acabar exagerando no carinho. O importante é acolhê-lo e não mimá-lo nessa hora.
6 - Planeje um ambiente calmo, seguro com portas e janelas fechadas e perto da meia noite ligue em volume alto a televisão ou rádio para que abafe o barulho externo dos fogos.
7 - Tem mais de um cão em casa? Evite deixá-los todos juntos no mesmo cômodo. O stress provocado pelo barulho pode gerar brigas.
8 - Não é o momento para mantê-lo fora de casa. Se ele entrou e se enfiou embaixo da cama, deixe-o. Certamente é o ambiente mais calmo que ele conseguiu encontrar.
9 - Nunca deixe-o acorrentado ou preso à guia, eles podem acabar se enforcando por conta do pânico.
10 - Tenha sempre a mão o telefone do veterinário que possa atendê-lo 24 horas pois em alguns casos podem ocorrer convulsões ocasionadas pelo pânico e em caso de uso de medicamento, é sempre bom ter um profissional perto para avaliar qualquer comportamento inesperado.

Eu espero sinceramente a cada ano por donos cada vez mais comprometidos com seus animais e ver cada vez menos anúncios de desaparecimentos nas redes sociais porque cachorro bem tratado e que vive em segurança em pátio fechado não tem por que fugir! Concordam?

Você também poderá gostar de:

05/08/2015 - Pets
22/05/2014 - Pets