Menu

PFW - PRIMAVERA/VERÃO 2016

De 29/9 a 7/10 aconteceu na Cidade Luz a maior e mais aguardada semana de moda da temporada, a PFW. A maior em número de apresentações, investimentos e lançamento de tendências segundo os críticos pois na minha opinião a MFW desta temporada foi realmente a que mais chamou atenção pela criatividade e ousadia nas passarelas.

Contando com grandes apresentações e presenças vamos ver o que as marcas e estilistas mostraram para as coleções Primavera/Verão 2016:

Balmain

Uma coleção inspirada nas curvas da mulher sexy dos anos 80 e 90 mas que também poderia ser inspirada em Kim Kardashian, amiga do estilista da grife Olivier Rousteing que é sempre presença garantida na fila A. Olivier aposta em silhuetas acinturadas, decotes, recortes e babados com muito nude, marrom, off white e verde esmeralda.

Stella McCartney

Ao contrário de outras passarelas da temporada que apostam no vestido-camisola, a estilista inova e investe na tendência vestido-pólo confortável e casual com alfaiataria ampla. Plissado e xadrez são fortes apostas do verão colorido com azul, laranja, rosa, vermelho e amarelo de Stella.

Balenciaga

O desfile da grife marcou o fim do trabalho de Alexander Wang à frente da maison. O estilista então inovou com uma coleção total white romântica e sexy! Reforçando a maior tendência para o verão 16 houveram muitos vestidos-camisolas, listras, calças amplas, barriga de fora e babados.

Saint Laurent

A coleção batizada de Skin ("pele") deixa a protagonista à mostra com transparências evidenciando a silhueta em vestidinhos-camisolas ao estilo princesa do rock usados com couro e tiarinhas. Animal print, metalizado, couro, jeans, camuflados, casacões de pêlo e galochas fazem o contraponto do frescor da estação.

Anthony Vaccarello

Batendo o olho rápido na coleção do estilista que também assina as novas coleções de Versus Versace, essa é uma coleção que podia ser facilmente confundida com a de V V. Anthony Vaccarello incorporou o mood sexy em suas criações e isso fica evidente nas duas marcas, a que assima para outra maison e a sua marca. Fendas, assimetrias, militarismo e patchwork de listras na coleção.

Valentino

A coleção foi inspirada na África porém, a escolha da grife foi super criticada pois trouxe para a passarela mais de 80 modelos sendo apenas 8 negras. E, mesmo que a coleção não tivesse inspiração no tema africano, em tempos que se discute sobre mais diversidade na passarela ficou no mínimo estranho para a quantidade de modelos que se apresentou. Contudo, a coleção foi extensa e se ateve ao tema mas não de forma cararicata usando a inspiração africana em sua beleza com tranças de raiz, patchwork de rendas, a estampa lenço (outra forte tendência que virá), franjas, poucos pontos de luz como amarelo, cores mais sóbrias com poucos nudes, modelagens amplas e fluídas.

Chanel

Sempre inovando em seus cenários que já foram apresentadas em reprodução de supermercado, ruas... Desta vez Karl Lagerfeld criou coleção inspirada em outro local cotidiano, um aeroporto! Em mega estrutura reproduzindo um terminal, a coleção foi apresentada com presença das já conhecidas modelos estreladas do estilista com Cara Delevingne e o afilhado do estilista fazendo participação no fechamento do desfile.

Teve desde o conforto que se pode ter à bordo de um look Chanel na 1ª classe ao look casual da classe econômica usando maxi óculo com boné virado para disfarçar o cabelo bagunçado após horas de voo. Confesso que entre as últimas, esta não é minha coleção favorita do estilista. Não gosto de coleções pouco comerciais, estas só de passarela porém, a criatividade de Karl é sempre admirável.

O que fica de #Alertatrend das últimas temporadas de Nova Iorque, Londres, Milão e Paris: Vestido-camisola, Estampa lenço, Listras, Pantacourt, Midi, Tecidos fluídos e Alfaiatarias amplas. Vamos ver o que a SPFW nos reserva na próxima semana!

Até lá! ;)