Menu

fashion week

Enquanto curtimos o calor do verão brasileiro, as temporadas de fashion weeks não param!

Como já é de costume, a temporada se iniciou em NY e aconteceu de 11 a 18/2 com temperaturas à baixo de zero.

Enquanto não falamos das tendências das passarelas para o Inverno/2017, ficamos com o street style das fashionistas durante a semana de moda americana considerada a mais cool da temporada:

Após 20 anos é impressionante como a semana de moda de São Paulo consegue crescer cada vez mais a cada temporada. Isso tudo graças aos estilistas, marcas brasileira e Paulo Borges (idealizador do evento e grande incentivador da moda e cultura brasileira) que acreditam na visibilidade do evento conseguindo se reinventar trazendo sempre novidades para a indústria da moda. Como vimos aqui, nesta edição houveram novos nomes e lançamentos de parcerias de estilista e fast fashion que mostrarei aqui num segundo post.

Por enquanto, vamos ver os destaques da 40ª edição e o que os estilistas e marcas como Animale, Lilly Sarti, Iódice, Pat Bo, Ellus e Samuel Cirnansck apostam para o Inverno 2016:

Animale

Vitorino campos, estilista da marca, desfilou o tema Híbrido numa coleção contemporânea e elegante onde as peças de mais frio são as botas longas e os casacões que funcionam como um sobretudo em peças languidas como o vestido-camisola. #AlertaTrend O comprimento mídi e mini saia andam juntos no inverno lindíssimo da marca.

Lilly Sarti

A diretora criativa da marca que leva seu nome aposta num inverno onde o tema é Misticismo. Na coleção sexy e cool tem apostas como fendas frontais, botas alta de ilhose, calças de couro bocas-de-sino, golas altas em tricô, gargantilhas que são outra tendência de acessório para as próximas temporadas #ficaadica e o queridinho vestido-camisola.

Iódice

A coleção da marca é inspirada no filme "Morte em Veneza" e, além da delicadeza da inspiração, conversa com o estilo marinheiro. Por isso, o que se viu foram peças como boinas, listras largas em camisas e saias, e o abotoamento duplo típico dessa pegada marinheiro/militar. Junto à Animale e Reinaldo Lourenço, foi meu desfile favorito até agora.

Pat Bo

Patricia Bonaldi deixa de lado (mas nem tanto aparecendo vez que outra) a "fragilidade" e delicadeza das rendas, bordados e transparências românticas - sua marca registrada - para mostrar todo o poder de suas criações numa coleção onde o tema é Vicking Nômade onde o carro chefe é um tipo de tecido de corda com amarrações. Entenda a coleção pelas palavras da estilista: “Comecei a fazer esta coleção há um ano, a partir de um tecido antigo de tweed e de uma pena que tinha em casa. Pensei: o que posso fazer com isso?” “É um universo mais rústico, de uma mulher mais madura.”

Ellus

Com pegada esportiva a Ellus lança estampa inspirada na bandeira quadriculada da Fórmula 1. A novidade fica por conta do veludo presente na coleção. Será que essa tendência volta?

Reinaldo Lourenço

Com o mote Viagem a Portugal os estilistas Reinaldo Lourenço e Flavia Lafer conquistaram não só o meu coração porque eu amo tudo o que diz respeito a tudo do país português mas também de todos na Bienal. Desde o shape das saias mídi rodadas à estampas modernas de azulejos portugueses e a renda em silhueta slin ou em casacos com cortes impecáveis, eu simplesmente amei tudo!

Samuel Cirnansck

Sempre com muita delicadeza, cristais, flores e bordados, é assim que o estilista apresenta sua moda festa elegante e sedutora..

E estes foram os destaque dos três primeiros dias de desfiles da SPFW. Volto no final da semana com a PARTE 2 trazendo os destaques dos últimos dias da maratona de moda!

Até mais! 

Começou ontem a 40ª edição do maior evento de moda da América Latina, a São Paulo Fashion Week que comemora seus 20 Anos! Como eu falei aqui, nesta edição eu não estar lá pessoalmente mas prometo trazer todas as novidades e principais tendências para o blog, ok?! Esta edição marca o retorno da sede do evento para a Bienal no Parque Ibirapuera pois ela vinha sendo sediada em estrtura montada no Parque Cândido Portinati, um anexo do Ibirapuera.

Além do retorno à Bienal, outras novidades serão apresentadas: A estréia de um desfile logo no domingo (18) que foi o de Herchcowitch quando antes era realizada somente a fashion run do Iguatemi, o lançamento da coleção da estilista carioca Lethicia Bronstein para Riachuelo e duas novas marcas no line up a Coven e a Ratier.

Coven - Marca mineira fundada em 1993 pela designer Liliane Rebehy que trabalha suas coleções 100% de forma artesanal e pautada onde a maior matéira-prima é o tricô. “O tricô te dá a possibilidade da experiência completa de criação, desde o tecido ao acabamento, e é isso que imprime uma identidade tão forte ao produto”, diz a designer da marca. Vamos ficar de olho nas novidades da passarela da Coven!

Ratier - Uma marca jovem iniciada em 2014 porém já mostra a que veio. Com ponto de venda badalado nos Jardins, bairro nobre paulista, a marca conta com vestuário feminino, masculino, para casa e jóias. Com base na estética contemporânea, de estruturas geométricas e poucas cores a Ratier do empresário empresário da noite paulistana, DJ e Diretor Criativo Renato Ratier promete fazer jus à moda urbana na SPFW.

18/10 Domingo
17h – Alexandre Herchcovitch

19/10 Segunda-Feira
17h – Animale
18h – Uma Raquel Davidowicz
19h – Ronaldo Fraga
20h – Lilly Sarti

20/10 Terça-Feira
10h30 – Vitorino Campos
12h30 – Iódice
16h – Gig Couture
17h – João Pimenta
18h30 – Pat Bo
20h – Ellus

21/10 Quarta-Feira
12h15 – Reinaldo Lourenço
16h – Samuel Cirnansck
17h – Apartamento 03
18h30 – Coven
20h – Helô Rocha

22/10 Quinta-Feira
10h – Lethícia para Riachuelo
12h20 – Gloria Coelho
16h – Fernanda Yamamoto
17h – Juliana Jabour
18h30 – Lolitta
20h – Lino Villaventura
21h – Osklen

23/10 Sexta-Feira
10h – Giuliana Romanno
11h30 – Patricia Viera
16h – Wagner Kallieno
17h30 – Ratier
19h – Colcci
20h – Amapô

Como eu falei aqui, nesta edição não estarei pessoalmente no evento mas prometo trazer todas as novidades e principais tendências para o blog, combinado?!

Até amanhã com mais notícias! :*

E a nossa queridinha São Paulo Fashion Week começa na próxima segunda-feira (19) e adivinha quem vai? Eu! #sóquenão :( 

Depois de duas edições seguidas, nesta não poderei ir... Não me organizei com antecedência e agora as passagens estão carérrimas... Buá!!!

E como eu tava devendo detalhes e algumas fotos da edição anterior de Abril/vim relembrar e contar pra vocês o que rola nos corredores entre um desfile e outro: Contatos, Lounges, Comidinhas, Arte, Comprinhas e muuuitas fotos seja do look do dia ou com o povo da moda!


(Um dos looks que usei em SP)

São Paulo por si só já é a capital da diversidade e você pode sair devidamente "montada" que ninguém vai ficar te olhando com cara feia, ainda mais em semana de moda, então o povo aproveita mesmo pra se montar, e comigo não é diferente.

O que mai a gente percebe durante a semana de moda é que as produções sempre vem com um mood do que está por vir em tendência, e na edição de abril as saias com recortes geométricos, pantacourt, pantalonas, tênis branco e botas over the knee foram os 'must have' dos corredores entre os fashionistas.

(Foto clássica na entrada)

A todo momento a gente encontra uma celebridade, blogueira, estilista que é fã, jornalista fashionista, maquiador estrelado e eu sempre faço a tiéte e peço foto! Confesso que nas primeiras vezes quando comecei a ir em 2014 eu morria de vergonha mas agora, se a foto não ficou boa eu vou atrás da pessoa, peço outra e até bato papo! Sem vergonha e noção nenhuma né?! Hahahaha Como em qualquer outro ramo ou profissão, sempre tem pessoas simpáticas e outras nem tanto, e eu sempre tenho sorte em encontrar a pessoa certa num momento adequado, que ela esteja aberta ao contato e para fotos.

(Dudu Bertholini, estilista e uma figuraça atraindo os olhares de todos por onde passa.)
(A querida Paula Martins, virei ainda mais fã)
(Lalá, posso tirar uma foto com você? "Lógico que pode!" Só faltou o Uai, gente! Muito fofa!)
(Fabiana Gomes, top maquiadora sênior da Mac. Uma simpatia em pessoa, super preocupada em sairmos bem na foto!)
(Gabriela Publiesi, blogueira fitness) Confesso que a conhecia porém não seguia. Depois que eu a encontrei tive outra impressão completamente diferente, humilde, do bem e super alto astral.
(Camila Coutinho, blogueira. Sempre uma querida!)
(Luciana Tranchesi, Sócia da 284 e blogueira) Nunca tinha encontrado com ela na SPFW, foi super simpática e a adorou minha camisa de french bulldog! Ela tem a famosa Carlota, da mesma raça.)
(Thássia Naves, blogueira.) Sempre correndo seja entrando ou saindo dos desfiles, entre uma troca e outra de look a disputa por uma foto com a moça é sempre grande! Tiramos algumas fotos porém esta super desfocada foi a 'menos pior' hahaha.
(Lilian Pacce, jornalista, crítica de moda e apresentadora do GNT Fashion. A delicadeza em pessoa, sempre muito educada e solícita)
O cuidado com o look sempre chama a atenção dos fotógrafos que pedem uma foto sua.
Sempre tem uma exposição rolando, lojas de marcas do cenário alternativo e lounges das revistas Vogue, Glamour e Marie Claire. Nesta edição teve também um exposição da coleção assinada por Iggy Pop para Chilli Beans, uma máquina que tirava selfies suas em 360º, um carrinho da kibon com distribuição de picolés e várias outras atrações fora da sede no Parque Cândido Portinari.
 
Corredores lotados sempre.
Chegou atrasado e não conseguiu entrar no desfile, ou quer dar uma descansada nas pernas, ou está à espera do horário do desfile? Dá para acompanhar tudo o que rola ao vivo dentro das salas de desfile através de um telão no lounge.

Outro atrativo da primeira edição deste ano foi a praça de alimentação com food trucks estilosos ao ar livre. De dia ou a noite o espaço ficou casual acabou ficando super charmoso e é sempre uma pedida para quem passa o dia dentro do evento.


E é assim que funciona a semana de moda. O foco são os desfiles, as novidades do mercado, tendências, contatos profissionais, publicidade e muito trabalho da indústria da moda para fazer tudo isso acontecer. Para quem curte moda (lógico que você curte, se não não estaria aqui) é super interessante e ao mesmo tempo uma maratona para quem trabalha informando sobre ela. Pois, logo no final do dia é preciso voltar para o hotel e colocar o blog ou site/portal em dia publicando todo o conteúdo apresentado no dia porque no dia seguinte começa tudo de novo bem cedo como em qualquer evento com duração de uma semana.

Enfim, mesmo de longe vou cobrir tudo e trazer as principais novidades para cá, ok?!
 
Beijo e bom find! :*

De 29/9 a 7/10 aconteceu na Cidade Luz a maior e mais aguardada semana de moda da temporada, a PFW. A maior em número de apresentações, investimentos e lançamento de tendências segundo os críticos pois na minha opinião a MFW desta temporada foi realmente a que mais chamou atenção pela criatividade e ousadia nas passarelas.

Contando com grandes apresentações e presenças vamos ver o que as marcas e estilistas mostraram para as coleções Primavera/Verão 2016:

Balmain

Uma coleção inspirada nas curvas da mulher sexy dos anos 80 e 90 mas que também poderia ser inspirada em Kim Kardashian, amiga do estilista da grife Olivier Rousteing que é sempre presença garantida na fila A. Olivier aposta em silhuetas acinturadas, decotes, recortes e babados com muito nude, marrom, off white e verde esmeralda.

Stella McCartney

Ao contrário de outras passarelas da temporada que apostam no vestido-camisola, a estilista inova e investe na tendência vestido-pólo confortável e casual com alfaiataria ampla. Plissado e xadrez são fortes apostas do verão colorido com azul, laranja, rosa, vermelho e amarelo de Stella.

Balenciaga

O desfile da grife marcou o fim do trabalho de Alexander Wang à frente da maison. O estilista então inovou com uma coleção total white romântica e sexy! Reforçando a maior tendência para o verão 16 houveram muitos vestidos-camisolas, listras, calças amplas, barriga de fora e babados.

Saint Laurent

A coleção batizada de Skin ("pele") deixa a protagonista à mostra com transparências evidenciando a silhueta em vestidinhos-camisolas ao estilo princesa do rock usados com couro e tiarinhas. Animal print, metalizado, couro, jeans, camuflados, casacões de pêlo e galochas fazem o contraponto do frescor da estação.

Anthony Vaccarello

Batendo o olho rápido na coleção do estilista que também assina as novas coleções de Versus Versace, essa é uma coleção que podia ser facilmente confundida com a de V V. Anthony Vaccarello incorporou o mood sexy em suas criações e isso fica evidente nas duas marcas, a que assima para outra maison e a sua marca. Fendas, assimetrias, militarismo e patchwork de listras na coleção.

Valentino

A coleção foi inspirada na África porém, a escolha da grife foi super criticada pois trouxe para a passarela mais de 80 modelos sendo apenas 8 negras. E, mesmo que a coleção não tivesse inspiração no tema africano, em tempos que se discute sobre mais diversidade na passarela ficou no mínimo estranho para a quantidade de modelos que se apresentou. Contudo, a coleção foi extensa e se ateve ao tema mas não de forma cararicata usando a inspiração africana em sua beleza com tranças de raiz, patchwork de rendas, a estampa lenço (outra forte tendência que virá), franjas, poucos pontos de luz como amarelo, cores mais sóbrias com poucos nudes, modelagens amplas e fluídas.

Chanel

Sempre inovando em seus cenários que já foram apresentadas em reprodução de supermercado, ruas... Desta vez Karl Lagerfeld criou coleção inspirada em outro local cotidiano, um aeroporto! Em mega estrutura reproduzindo um terminal, a coleção foi apresentada com presença das já conhecidas modelos estreladas do estilista com Cara Delevingne e o afilhado do estilista fazendo participação no fechamento do desfile.

Teve desde o conforto que se pode ter à bordo de um look Chanel na 1ª classe ao look casual da classe econômica usando maxi óculo com boné virado para disfarçar o cabelo bagunçado após horas de voo. Confesso que entre as últimas, esta não é minha coleção favorita do estilista. Não gosto de coleções pouco comerciais, estas só de passarela porém, a criatividade de Karl é sempre admirável.

O que fica de #Alertatrend das últimas temporadas de Nova Iorque, Londres, Milão e Paris: Vestido-camisola, Estampa lenço, Listras, Pantacourt, Midi, Tecidos fluídos e Alfaiatarias amplas. Vamos ver o que a SPFW nos reserva na próxima semana!

Até lá! ;)

Depois de NY e Londres chegou a vez de Milão e suas grifes e estilistas apresentarem suas coleções de Primavera/Verão 2016.

Com direito à muitas selfies tiradas pelas próprias modelos em pleno desfile de Dolce & Gabbana, a MFW apresentou e reforçou várias tendências que já vem sendo aposta à coleções anteriores.

Vamos ver:

Dolce & Gabbana

Inspirada na "Italia is love" os estilistas propuseram uma Itália turística antiga onde o recado foi: "Leve com você uma parte da Itália", e daí se explicam as várias "selfies" feitas pelas modelos ao longo do desfile! Nessa vibe eles apostaram numa cartela de cores super rica e colorida com estampas lenços, bordados, listras navy e muita transparência.  

Salvatore Ferragamo

Uma coleção com um mix de frescor e ao mesmo tempo pesada com capas, couros e muitos babados com plumas, listras e plissados. Na cartela de cor estão o preto, branco e color block's em tons pastéis.

Roberto Cavalli

Com o retorno do antigo estilista a grife se renova com frescor quase jovial com silhuetas mais justas e longilíneas (eu já falei aqui mil vezes que amo essa cintura nas alturas né?!). Além disso houveram drapeados, babados e longos fluídos tornando o verão 16 de Cavalli refrescante.

Versace

Uma coleção com o DNA da marca: Sexy! A grife levou para a passarela uma mulher pronta para a guerra usando militarismo sexy, patchwork selvagem, animal prints, barriga de fora e muitas fendas. O colorido apareceu nos prints e patchworks, para o restante da coleção cores predominantes na tendência militar.

Emporio Armani

Mais uma vez uma passarela jovial com o frescor de uma menina que usa do cinza ao rosa com comprimentos curtíssimo e barrigas de fora.

Nesta temporada eu senti falta do barulho que sempre faz o desfile da Moschino mas houveram também vários outros destaques criativos como Dolce & Gabbana com apresentação teatral das modelos em suas selfies que eram reproduzidas em tempo real nos telões da sala de desfile, o máximo!

Em breve o street style de Milão e logo ali já falamos em Pariiiis!!!

:*

A gente já falou do exótico Street Style da London Fashion Week, agora vamos ver as marcas e estilistas que se destacaram na semana de moda londrina.

Versus Versace

O estilista, Anthony Vaccarello, manteve a marca registrada da grife com sua pegada sexy em fendas, assimetrias, alfaiatarias com botões, fluidez, jeans e couro. A paleta de cor é bem sóbria com preto, verde musgo, marinho e animal print. Confirmando a maior tendência para a primavera/verão 2016-2017 a marca trouxe sua versão de slip dresses em preto com fenda lateral. #alertatrend

Barbara Casasola

Com cartela de cor sóbria como a maioria das coleções londrinas preto, branco, cinza, vermelho, verde e caramelo a estilista apresentou uma primavera/verão minimalista, sexy e romântica. Alfaiataria com shape maior, fluidez em saias plissadas, decote de ombro a ombro #alertatrend, tops de faixa, tricôs de pontos largos e vestidos-camisola minimalistas e outra forte tendência das coleções.

Topshop Unique

A alma retrô das it girls londrinas, foi esse o mood da Topshop Unique que levou esse espírito também para a beleza das modelos com boca tudo vermelha e olho nada com delineado somente. Destaque para as estampas mini em floral e os maxi-poás, tricôs vazados, terninhos boyfriend e a amarração fofa com cintos fininhos que acinturam esse terno ou tricô. 

Essa semana tem mais do que aconteceu na semana de moda de Milão que vai até hoje (28/9).

:*

Chega ao fim mais uma semana de moda em Nova York e antes que a gente acompanhe o resto da temporada européia da próxima primavera e verão 2016, vamos ver o que rolou nas principais passarelas nova iorquinas. É bom lembrar que as tendências que vemos aqui serão inspiração para a indústria em nossa primavera/verão 2017, ok?! É louco pensar como as marcas trabalham desta forma tão antecipada mas eu sempre gosto de explicar porque nem todo mundo é obrigada a enteder como funciona a indústria, suas tendências e produções, não é mesmo!

Então vamos ao que interessa, o melhor da NYFW spring/summer 2016:

Givenchy

Preto, branco, dourado e marfim foram as cores da coleção de Ricardo Tisci para Givenchy. Rendas em camisolas e robes de chambres, alfaiatarias soltas e alta costura, assim o estilista apresentou sua coleção com uma fila A estrelada pelo casal Kanye e Kim, Courtney Love, Julia Roberts, Nicki Minaj e Steven e Liv Tayler e outros famosos.

Rodarte

Com um mood "Rock Glam" a marca desfilou na passarela seu verão com pegada anos 70 onde existe muito veludo, brilho metalizado, rendas, franjas, bordados e plissados.

Zac Posen

O estilista poderoso dos tapetes vermelhos escolhe apresentar uma coleção muito mais diurna mas os belos vestidos do "red carpet" sempre aparecerm, porém desta vez com silhuetas amplas e uma cartela de cor sóbria sendo as principais cores o preto, branco e marinho

 

Diane von Furstenberg

Um dos desfiles que mais gosto da semana de moda de NY é o da DVF. A estilista e fundadora da marca sempre trás para a passarela a feminilidade da mulher moderna e contemporânea que a grife representa e desta vez não foi diferente, com um time estrelado de modelos como as amigas Kendall Jenner, Karlie Kloss e Gigi Hadid DVF deu um show! Com uma coleção inspirada nos anos 70 a passarela de DVF foi colorida com cores predominantes rosa, pink e amarelo e looks românticos como o mood 70'. 

Victoria Beckham

No 'Surf Chic' da estilista tem estampa vichy, cores sóbrias, modelagens amplas e comprimentos mídi. 

Lacoste

A marca se inspirou nas Olimpíadas de 2016 no Brasil para homenagear os vários países participantes através das bandeiras de cada nação. A passarela teve cores vivas, maxi comprimentos e padronagens amplas.

Tommy Hilfiger

Inspirada no 'Caribe Jamaicano' a coleção da marca apresentou um verão super colorido, animado com patchwork e muito crochê que vai do chapéu de praia ao biquíni passando por vestidos longos, amplos ou mais justos e curtos. 

Michael Kors

O verão da grife aposta numa cartela de cores com preto, branco, variações de azul, vermelho, amarelo e marrom. Rendas, transparências e florais em estampas e aplicações são alguns dos destaques da coleção juntos as sandálias de tiras. 

Diesel Black Gold

Com coleção basicamente P&B e variações de azul a grife se inspira numa mulher que usa a camisa do namorado. A coleção é casual com pegada motoqueiro com couro, ilhoses e conforto sem muito mistério. O toque refinado fica por conta de um bordado inglês que aparece como detalhe ou em peças inteiras.

Ralph Lauren

Ainda não existe outra grife mais elegante e requintada que Ralph Lauren na NYFW! Toda a coleção é de babar... Fina, requintada, moderna, contemporâne e elegante assim é a mulher que a grife prevê á bordo de um navio arrasando com essa coleção chiquérrima inspirada nas cores navy branco, azul, vermelho, marinho, laranja, caramelo e suas listras. 

Yeezy por Kanye West para Adidas

O desfile que deu o que falar por ter sido anunciado em cima da hora pelos seus idealizadores, no caso Kanye West, reuniu uma fila A de peso com o clã Kardashian, Ricardo Tisci, Anna Wintour, o rapper Tyga e muito mais... 

E então, gostaram do que as grifes e estilistas americanos apresentaram?!

Aguardemos as próximas fashion weeks de Londres, Milão e Paris! 

Até a próxima :*

Transparências, bordados, tecidos fluídos e muito brilho tomaram conta da semana de moda da alta-costura que aconteceu entre os dias 5 e 10/7 na capital francesa.

Diferentemente da última Couture, esta edição contou com muita pele de verdade no desfile de várias marcas, o desfile da Fendi, por exemplo (conhecida por já usar pele como sua maior matéria prima), foi um dos mais criticados e chamou atenção por usar em todas as produções peças com pele... Uma pena que em pleno 2015 ainda existam estilistas que insistem em usar pele não sintética em suas coleções uma vez que já há no mercado tantos materiais sintéticos substitutos...!

Selecionei o melhor do Outono Inverno 15/16 de Chanel, Dior, Elie Saab, Versace e Zuhair Murad.

ZUHAIR MURAD

O Brilho da Noite foi a inspiração do estilista para sua coleção de alta-costura.

DIOR

Com o tema "O Jardim das Delícias" o estilista Raf Simons apresentou sua coleção com coletes bordados, tweed, neoprene, plumas e algum romantismo no detalhe dos ombros arredondados.

ELIE SAAB

Princesas com silhuetas e tiaras estilo império invadiram a passarela do estilista que desenvolveu sua coleção toda em transparências, rendas e muito brilho!  

VERSACE

Com estréia de Kendall Jenner o desfile da maison supreendeu ao apresentar coleção insprada nos anos 70 com uma pegada mais suave e romântica características da época, ainda sim com seu estilo sexy (como de costume) no corset e silheuta acinturada, babados, plumas e coroa de flores marcando o romantismo.

CHANEL

No cenário, como em toda grandiosa apresentação de Karl Lagerfeld (não seria diferente na semana de alta-costura não é mesmo?!) havia um cassino com figuração estrelada por Rita Ora, Kristen Stewart, Julianne Moore e mais... Com o tema Cercle Privé (Círculo Privado) a coleção é rica com os característicos tweeds estruturados da marca, peças em 3D sem costura, muito bordado e plissados.

Acha que os estilistas e marcas descansam depois de uma semana de moda feita 100% à mão? Nada disso. Em setembro eles já apresentam suas tendências e coleções comerciais em NY, Londres, Milão e Paris!

Até a próxima temporada! ;) 

Depois de Londres e Milão, chegou a vez da semana de moda masculina de Paris mostrar suas coleções para o Verão/2016.

Minhas preferências são as tendências de Balmain, Dior Homme, Hermès e Givenchy.

Vamos ver as apostas para o próximo verão das marcas:

BALMAIN

Com cores neutras e terrosas como bege, off-white, marrom e preto a aposta é numa tendência que sai do militarismo para o safári com sandálias gladiadoras masculinas, bermudas e calças cargo com bolsões utilitários como vimos na temporada passada. Aposte nos bolsos grandes! #ficaadica

DIOR HOMME

O homem da Dior Homme é formal e ao mesmo tempo casual. Um colorido mais sobrio mas não menos alegre fazem o verão 2016 da Dior Homme com as cores marinho, cinza, branco, bege, variações de azul, laranja e vermelho. As peças de alfaiataria ganham ar casual com elementos como tênis, parkas, jaquetas bomber e estampas camufladas, outro alerta de trend para a próxima estação. #ficaadica

HERMÈS

A Hermès consegue, mais uma vez, deixar o homem elegante usando tricô, alfaiataria e sandália de tiras! Confortável, casual, despojada e elegante traduzem a coleção da marca que prefere não trazer para a passarela uma moda conceitual, mas sim comercial com jaquetas bomber, estampas em blazer e calças que hora são mais ajustadas ao corpo e hora mais amplas com os bolsões embutidos e quase despercebidos.

GIVENCHY

Ricardo Tisci exibe sua coleção de “Bad Boys” misturando streetwear/esporte/alfaiataria formal com modelagens bem amplas. Na cartela de cores cores bem limitadas somente preto, cinza, branco e algumas poucas variações de azul com destaque para azul bic em estampas como jesus cristo em suas t shirts, listras, estrelas e xadrez.

Ainda esta semana eu volto com o que rolou na Couture, Semana de Moda de Alta-Costura de Paris!

O Street Style da Semana de Moda Masculina de Paris Summer/2016

Páginas

Subscrever fashion week