Menu

inverno 2016

Um já é tendência há várias estações e por aqui a gente encontra no formato comercial mais colorido, já o outro foi resgatado dos anos 90 por Karl Lagerfeld na coleção resort da Chanel em 2013 e desde então vem tentando emplacar novamente, e não é que conseguiu?!

Mocassim ou Creepers: Qual o seu favorito? Ambos caíram nas graças das fashionistas virando febre no street style das últimas semanas de moda de inverno e verão america, européia e até brasileira.

Para as duas propostas o bacana é jogar com peças casuais como jeans ou tricô para dar um ar mais contemporâneo e descolado ao look.

Vamos ver alguns exemplos de como deixar o look jovem e estiloso com Creepers ou Mocassim:

CREEPERS

MOCASSIM

O inverno é uma estação que inspira o chic e a elegância. É perfeitamente possível estar na moda e usar roupas que aqueçam sem que precisem ser pesadas.

Em um país com o clima tropical como o Brasil e que na maior parte do ano as temperaturas são elevadas, é natural que algumas pessoas demorem um pouco a se adaptar, mas isso logo passa após os primeiros dias do inverno para se começar uma nova experiência, a de se vestir bem nos dias frios.

É hora de tirar do armário ou investir em botas, casacos, meias, blusas e também acessórios que ajudam a compor o look.

Um acessório que inspira elegância e bom gosto é a echarpe, peça-chave para o inverno e a tendência para esse ano é a peça xadrez para um visual esportivo e casual, mas se o seu estilo for mais delicado e romântico, a echarpe floral é uma ótima opção. Mas se quiser algo mais voltado para o estilo clássico ou minimalista, opte por uma echarpe preta, branca, bege, azul-marinho, grafite ou marrom. O mais importante é que esteja em sintonia com o visual. O principal motivo para usar esse lindo acessório é aquecer o pescoço nos dias mais frios, porém, como não dá para deixar de pensar em moda, é uma ótima oportunidade para combinar com o look e criar seu próprio estilo de elegância.

Falando em tendência de acessórios para o inverno, um que não pode faltar e é imprescindível em todas as estações do ano é a bolsa, seja pequena, média ou grande não dá para sair sem ela. Os modelos indicados para não pesar na produção de inverno são as mini bags que proporcionam uma experiência interessante e as pochetes que remetem a década dos anos 80 que tem mais a ver com o estilo esportivo e casual. As mini bags tem o diferencial e a vantagem de usar com roupas mais delicadas, por exemplo, se a bolsa for preta ou grafite, combina com blusa de lã e saia ou calça xadrez. 

Boina é outra tendência que voltou nesse inverno no estilo must have, que é um charme para usar de dia ou à noite. A dica é ter atenção na hora de escolher as cores.

Antes de encerrar, vamos dar um espaço para as pregadeiras. Esse acessório que além de bonito é útil para prender o casaco e dar um toque especial.

Num próximo post vamos falar das tendências em sapato!

Até o próximo ;)

Após 20 anos é impressionante como a semana de moda de São Paulo consegue crescer cada vez mais a cada temporada. Isso tudo graças aos estilistas, marcas brasileira e Paulo Borges (idealizador do evento e grande incentivador da moda e cultura brasileira) que acreditam na visibilidade do evento conseguindo se reinventar trazendo sempre novidades para a indústria da moda. Como vimos aqui, nesta edição houveram novos nomes e lançamentos de parcerias de estilista e fast fashion que mostrarei aqui num segundo post.

Por enquanto, vamos ver os destaques da 40ª edição e o que os estilistas e marcas como Animale, Lilly Sarti, Iódice, Pat Bo, Ellus e Samuel Cirnansck apostam para o Inverno 2016:

Animale

Vitorino campos, estilista da marca, desfilou o tema Híbrido numa coleção contemporânea e elegante onde as peças de mais frio são as botas longas e os casacões que funcionam como um sobretudo em peças languidas como o vestido-camisola. #AlertaTrend O comprimento mídi e mini saia andam juntos no inverno lindíssimo da marca.

Lilly Sarti

A diretora criativa da marca que leva seu nome aposta num inverno onde o tema é Misticismo. Na coleção sexy e cool tem apostas como fendas frontais, botas alta de ilhose, calças de couro bocas-de-sino, golas altas em tricô, gargantilhas que são outra tendência de acessório para as próximas temporadas #ficaadica e o queridinho vestido-camisola.

Iódice

A coleção da marca é inspirada no filme "Morte em Veneza" e, além da delicadeza da inspiração, conversa com o estilo marinheiro. Por isso, o que se viu foram peças como boinas, listras largas em camisas e saias, e o abotoamento duplo típico dessa pegada marinheiro/militar. Junto à Animale e Reinaldo Lourenço, foi meu desfile favorito até agora.

Pat Bo

Patricia Bonaldi deixa de lado (mas nem tanto aparecendo vez que outra) a "fragilidade" e delicadeza das rendas, bordados e transparências românticas - sua marca registrada - para mostrar todo o poder de suas criações numa coleção onde o tema é Vicking Nômade onde o carro chefe é um tipo de tecido de corda com amarrações. Entenda a coleção pelas palavras da estilista: “Comecei a fazer esta coleção há um ano, a partir de um tecido antigo de tweed e de uma pena que tinha em casa. Pensei: o que posso fazer com isso?” “É um universo mais rústico, de uma mulher mais madura.”

Ellus

Com pegada esportiva a Ellus lança estampa inspirada na bandeira quadriculada da Fórmula 1. A novidade fica por conta do veludo presente na coleção. Será que essa tendência volta?

Reinaldo Lourenço

Com o mote Viagem a Portugal os estilistas Reinaldo Lourenço e Flavia Lafer conquistaram não só o meu coração porque eu amo tudo o que diz respeito a tudo do país português mas também de todos na Bienal. Desde o shape das saias mídi rodadas à estampas modernas de azulejos portugueses e a renda em silhueta slin ou em casacos com cortes impecáveis, eu simplesmente amei tudo!

Samuel Cirnansck

Sempre com muita delicadeza, cristais, flores e bordados, é assim que o estilista apresenta sua moda festa elegante e sedutora..

E estes foram os destaque dos três primeiros dias de desfiles da SPFW. Volto no final da semana com a PARTE 2 trazendo os destaques dos últimos dias da maratona de moda!

Até mais! 

Começou ontem a 40ª edição do maior evento de moda da América Latina, a São Paulo Fashion Week que comemora seus 20 Anos! Como eu falei aqui, nesta edição eu não estar lá pessoalmente mas prometo trazer todas as novidades e principais tendências para o blog, ok?! Esta edição marca o retorno da sede do evento para a Bienal no Parque Ibirapuera pois ela vinha sendo sediada em estrtura montada no Parque Cândido Portinati, um anexo do Ibirapuera.

Além do retorno à Bienal, outras novidades serão apresentadas: A estréia de um desfile logo no domingo (18) que foi o de Herchcowitch quando antes era realizada somente a fashion run do Iguatemi, o lançamento da coleção da estilista carioca Lethicia Bronstein para Riachuelo e duas novas marcas no line up a Coven e a Ratier.

Coven - Marca mineira fundada em 1993 pela designer Liliane Rebehy que trabalha suas coleções 100% de forma artesanal e pautada onde a maior matéira-prima é o tricô. “O tricô te dá a possibilidade da experiência completa de criação, desde o tecido ao acabamento, e é isso que imprime uma identidade tão forte ao produto”, diz a designer da marca. Vamos ficar de olho nas novidades da passarela da Coven!

Ratier - Uma marca jovem iniciada em 2014 porém já mostra a que veio. Com ponto de venda badalado nos Jardins, bairro nobre paulista, a marca conta com vestuário feminino, masculino, para casa e jóias. Com base na estética contemporânea, de estruturas geométricas e poucas cores a Ratier do empresário empresário da noite paulistana, DJ e Diretor Criativo Renato Ratier promete fazer jus à moda urbana na SPFW.

18/10 Domingo
17h – Alexandre Herchcovitch

19/10 Segunda-Feira
17h – Animale
18h – Uma Raquel Davidowicz
19h – Ronaldo Fraga
20h – Lilly Sarti

20/10 Terça-Feira
10h30 – Vitorino Campos
12h30 – Iódice
16h – Gig Couture
17h – João Pimenta
18h30 – Pat Bo
20h – Ellus

21/10 Quarta-Feira
12h15 – Reinaldo Lourenço
16h – Samuel Cirnansck
17h – Apartamento 03
18h30 – Coven
20h – Helô Rocha

22/10 Quinta-Feira
10h – Lethícia para Riachuelo
12h20 – Gloria Coelho
16h – Fernanda Yamamoto
17h – Juliana Jabour
18h30 – Lolitta
20h – Lino Villaventura
21h – Osklen

23/10 Sexta-Feira
10h – Giuliana Romanno
11h30 – Patricia Viera
16h – Wagner Kallieno
17h30 – Ratier
19h – Colcci
20h – Amapô

Como eu falei aqui, nesta edição não estarei pessoalmente no evento mas prometo trazer todas as novidades e principais tendências para o blog, combinado?!

Até amanhã com mais notícias! :*

Subscrever inverno 2016