Menu

Pat Bo

Após 20 anos é impressionante como a semana de moda de São Paulo consegue crescer cada vez mais a cada temporada. Isso tudo graças aos estilistas, marcas brasileira e Paulo Borges (idealizador do evento e grande incentivador da moda e cultura brasileira) que acreditam na visibilidade do evento conseguindo se reinventar trazendo sempre novidades para a indústria da moda. Como vimos aqui, nesta edição houveram novos nomes e lançamentos de parcerias de estilista e fast fashion que mostrarei aqui num segundo post.

Por enquanto, vamos ver os destaques da 40ª edição e o que os estilistas e marcas como Animale, Lilly Sarti, Iódice, Pat Bo, Ellus e Samuel Cirnansck apostam para o Inverno 2016:

Animale

Vitorino campos, estilista da marca, desfilou o tema Híbrido numa coleção contemporânea e elegante onde as peças de mais frio são as botas longas e os casacões que funcionam como um sobretudo em peças languidas como o vestido-camisola. #AlertaTrend O comprimento mídi e mini saia andam juntos no inverno lindíssimo da marca.

Lilly Sarti

A diretora criativa da marca que leva seu nome aposta num inverno onde o tema é Misticismo. Na coleção sexy e cool tem apostas como fendas frontais, botas alta de ilhose, calças de couro bocas-de-sino, golas altas em tricô, gargantilhas que são outra tendência de acessório para as próximas temporadas #ficaadica e o queridinho vestido-camisola.

Iódice

A coleção da marca é inspirada no filme "Morte em Veneza" e, além da delicadeza da inspiração, conversa com o estilo marinheiro. Por isso, o que se viu foram peças como boinas, listras largas em camisas e saias, e o abotoamento duplo típico dessa pegada marinheiro/militar. Junto à Animale e Reinaldo Lourenço, foi meu desfile favorito até agora.

Pat Bo

Patricia Bonaldi deixa de lado (mas nem tanto aparecendo vez que outra) a "fragilidade" e delicadeza das rendas, bordados e transparências românticas - sua marca registrada - para mostrar todo o poder de suas criações numa coleção onde o tema é Vicking Nômade onde o carro chefe é um tipo de tecido de corda com amarrações. Entenda a coleção pelas palavras da estilista: “Comecei a fazer esta coleção há um ano, a partir de um tecido antigo de tweed e de uma pena que tinha em casa. Pensei: o que posso fazer com isso?” “É um universo mais rústico, de uma mulher mais madura.”

Ellus

Com pegada esportiva a Ellus lança estampa inspirada na bandeira quadriculada da Fórmula 1. A novidade fica por conta do veludo presente na coleção. Será que essa tendência volta?

Reinaldo Lourenço

Com o mote Viagem a Portugal os estilistas Reinaldo Lourenço e Flavia Lafer conquistaram não só o meu coração porque eu amo tudo o que diz respeito a tudo do país português mas também de todos na Bienal. Desde o shape das saias mídi rodadas à estampas modernas de azulejos portugueses e a renda em silhueta slin ou em casacos com cortes impecáveis, eu simplesmente amei tudo!

Samuel Cirnansck

Sempre com muita delicadeza, cristais, flores e bordados, é assim que o estilista apresenta sua moda festa elegante e sedutora..

E estes foram os destaque dos três primeiros dias de desfiles da SPFW. Volto no final da semana com a PARTE 2 trazendo os destaques dos últimos dias da maratona de moda!

Até mais! 

Até que enfim eu consigo vim aqui com tempo e falar das coleções que mais se destacaram na SPFW para o Inverno/15.

Vamos lá então?!

Animale

A Animale que abriu a edição da semana de moda brasileira com Vitorino Campos (estilista que estreiou à frente da marca nesta edição) apostou num inverno com a cara da marca: Cores neutras e estampa selecionada com o tema “A rota da seda” que viajava da China a Turquia. Com um tema tão vasto, o que se pode ver na passarela foram diferentes texturas de tecidos como lã, veludo e a própria seda estampada e lisa.

Lolitta

Sob influência do tema “Egito”, a Lolitta apresentou a influência etnica das passarelas européias com muitas linhas retas, desde o ombro a silhueta, comprimento midi e acima do joelho, cinturas e croppeds marcam a mulher egípcia da marca. Grafismos, lã manual (marca registrada da grife que foi iniciada pela mãe da estilista), seda e algodão fazem o inverno de Lolitta.

Pat Bo

A marca mineira criada por Patrícia Bonaldi estreiou em sua primeira SPFW com sua habitual moda jovem. O outono-inverno de Pat Bo foi inspirado na mitologia celta, por isso ela reforçou o comprimento midi, com casacos longos e tweeds em lã, veludo e os tradicionais bordados lindíssimos característicos da marca. Na cartela de cor tem branco, preto, cinza, vermelho e um ponto de luz azul.

Ellus

O desfile que perdi porque não foi dentro do Parque Villa Lobos e a tonga aqui não sabia! E foi divino pelo o que vi e ouvi...! L Mas não tem problema, não. Outros virão! Torce aí gente! Mas vamos ao que interessa...

Inspirada no filme “The Warriors” e nas gangues de rua, a grife desfilou sua coleção com muito jeans – aliás, o auge das coleções da Ellus – vinil, jacquard, lã e até plástico com silicone. Tudo num clima bem urbano streetwear como se ouvessem várias “gangues” ou tribos (jeans, vinil...) o desfecho do desfile foi com todos os modelos se apresentando em tom sóbrio para a platéia como se todas as tribos tivessem se misturado. Bem bacana!

Triton

A Triton buscou inspiração na série Star Wars com modelagens que lembravam muito a roupa dos personagens. Além de uma moda futurista, eles buscaram o vintage da série e traduziram no jeans que ganhou uma nova roupagem. Além do jeans, paetê, lã, EVA, seda metalizada e muita ilhose apareceram na passarela. Na cartela de cor? Branco, preto, vermelho, azul, tons terrosos, verde musgo e laranja como ponto de luz.

Sacada

A revelação desta temporada para mim... Eu já conhecia a marca, já fui cliente mas o amadurecimento dela na semana de moda me surpreendeu muito! Adorei toda a coleção. A coleção outo-inverno/15 da Sacada marca a estréia de sua estilista Priscilla Darolt, na marca. A Sacada quis mostrar a mulher madura que é cliente da marca e que tem forte inspiração pela cultura latino-americana. Tricôs, jacquards e sedas são as grandes apostas da marca que tem como base uma cartela de cor bem neutra com base no cinza que passeia pelo branco, preto, cinza escuro, vermelho vivo e escuro, pink, azul e roxo.

Apartamento 03

Mais uma estréia da poderosa Patricia Bonaldi que caiu nas graças da platéia fashionista. Com uma coleção com shapes e aroma europeu, a Apartamento estreiou em grande estilo comandada pelo estilista criador da marca Luiz Claudio. Inspirada no filme “Dersu Uzala” a coleção com pegada oriental tem cintura marcada, shape mais fluído, lã, seda, tressê de fitas em calças e saias que dão um efeito ótimo para quem gosta de tecidos mais estruturados, estampas em 3D e bordados. As cores ficam por conta de uma cartela sóbria mas com alguns pontos de luz como o verde e amrelo entre os cinzas, preto e azul marinho.

Ufa! Nem acredito que consegui enfim colocar este post no ar depois de passados quase vinte dias do término da edição de moda!

Todas estas coleções serão ainda traduzidas para um estilo mais comercial e em breve veremos nas araras o que realmente ficou de cada inspiração.

Quer saber quais serão as maiores tendências para o verão e inverno 2015? Te conto nos próximos dias!

Até lá. ;)

As Apostas da Colcci para o Inverno 2015 
Marcas e Estilistas da SPFW Inverno 2015
Minha primeira SPFW

 

Subscrever Pat Bo