Menu

SS16

De 29/9 a 7/10 aconteceu na Cidade Luz a maior e mais aguardada semana de moda da temporada, a PFW. A maior em número de apresentações, investimentos e lançamento de tendências segundo os críticos pois na minha opinião a MFW desta temporada foi realmente a que mais chamou atenção pela criatividade e ousadia nas passarelas.

Contando com grandes apresentações e presenças vamos ver o que as marcas e estilistas mostraram para as coleções Primavera/Verão 2016:

Balmain

Uma coleção inspirada nas curvas da mulher sexy dos anos 80 e 90 mas que também poderia ser inspirada em Kim Kardashian, amiga do estilista da grife Olivier Rousteing que é sempre presença garantida na fila A. Olivier aposta em silhuetas acinturadas, decotes, recortes e babados com muito nude, marrom, off white e verde esmeralda.

Stella McCartney

Ao contrário de outras passarelas da temporada que apostam no vestido-camisola, a estilista inova e investe na tendência vestido-pólo confortável e casual com alfaiataria ampla. Plissado e xadrez são fortes apostas do verão colorido com azul, laranja, rosa, vermelho e amarelo de Stella.

Balenciaga

O desfile da grife marcou o fim do trabalho de Alexander Wang à frente da maison. O estilista então inovou com uma coleção total white romântica e sexy! Reforçando a maior tendência para o verão 16 houveram muitos vestidos-camisolas, listras, calças amplas, barriga de fora e babados.

Saint Laurent

A coleção batizada de Skin ("pele") deixa a protagonista à mostra com transparências evidenciando a silhueta em vestidinhos-camisolas ao estilo princesa do rock usados com couro e tiarinhas. Animal print, metalizado, couro, jeans, camuflados, casacões de pêlo e galochas fazem o contraponto do frescor da estação.

Anthony Vaccarello

Batendo o olho rápido na coleção do estilista que também assina as novas coleções de Versus Versace, essa é uma coleção que podia ser facilmente confundida com a de V V. Anthony Vaccarello incorporou o mood sexy em suas criações e isso fica evidente nas duas marcas, a que assima para outra maison e a sua marca. Fendas, assimetrias, militarismo e patchwork de listras na coleção.

Valentino

A coleção foi inspirada na África porém, a escolha da grife foi super criticada pois trouxe para a passarela mais de 80 modelos sendo apenas 8 negras. E, mesmo que a coleção não tivesse inspiração no tema africano, em tempos que se discute sobre mais diversidade na passarela ficou no mínimo estranho para a quantidade de modelos que se apresentou. Contudo, a coleção foi extensa e se ateve ao tema mas não de forma cararicata usando a inspiração africana em sua beleza com tranças de raiz, patchwork de rendas, a estampa lenço (outra forte tendência que virá), franjas, poucos pontos de luz como amarelo, cores mais sóbrias com poucos nudes, modelagens amplas e fluídas.

Chanel

Sempre inovando em seus cenários que já foram apresentadas em reprodução de supermercado, ruas... Desta vez Karl Lagerfeld criou coleção inspirada em outro local cotidiano, um aeroporto! Em mega estrutura reproduzindo um terminal, a coleção foi apresentada com presença das já conhecidas modelos estreladas do estilista com Cara Delevingne e o afilhado do estilista fazendo participação no fechamento do desfile.

Teve desde o conforto que se pode ter à bordo de um look Chanel na 1ª classe ao look casual da classe econômica usando maxi óculo com boné virado para disfarçar o cabelo bagunçado após horas de voo. Confesso que entre as últimas, esta não é minha coleção favorita do estilista. Não gosto de coleções pouco comerciais, estas só de passarela porém, a criatividade de Karl é sempre admirável.

O que fica de #Alertatrend das últimas temporadas de Nova Iorque, Londres, Milão e Paris: Vestido-camisola, Estampa lenço, Listras, Pantacourt, Midi, Tecidos fluídos e Alfaiatarias amplas. Vamos ver o que a SPFW nos reserva na próxima semana!

Até lá! ;)

Já tem quase uma semana que a semana de moda de Paris Primavera/Verão 2016 chegou ao fim, porém vale a pena dar uma olhadinha e se inspirar nas produções do street style mais fashionista da temporada. 

O destaque vai para as listras que dominam as próximas estações, a pantacourt e o comprimento midi.

Essa semana ainda a gente fala sobre aquele resumão das tendências apresentadas nas passarelas de Paris!

Bjs,
Rê.

Entre os dias 23 a 28/9 Milão foi a "capital" italiana da moda e além das tendências apresentadas por estilistas e grifes italianas, o estilo das ruas também deu um show à parte em criatividade e elegância!

Confira:

Fotos: Aldo Decaniz

MFW Primavera/Verão 2016

Depois de NY e Londres chegou a vez de Milão e suas grifes e estilistas apresentarem suas coleções de Primavera/Verão 2016.

Com direito à muitas selfies tiradas pelas próprias modelos em pleno desfile de Dolce & Gabbana, a MFW apresentou e reforçou várias tendências que já vem sendo aposta à coleções anteriores.

Vamos ver:

Dolce & Gabbana

Inspirada na "Italia is love" os estilistas propuseram uma Itália turística antiga onde o recado foi: "Leve com você uma parte da Itália", e daí se explicam as várias "selfies" feitas pelas modelos ao longo do desfile! Nessa vibe eles apostaram numa cartela de cores super rica e colorida com estampas lenços, bordados, listras navy e muita transparência.  

Salvatore Ferragamo

Uma coleção com um mix de frescor e ao mesmo tempo pesada com capas, couros e muitos babados com plumas, listras e plissados. Na cartela de cor estão o preto, branco e color block's em tons pastéis.

Roberto Cavalli

Com o retorno do antigo estilista a grife se renova com frescor quase jovial com silhuetas mais justas e longilíneas (eu já falei aqui mil vezes que amo essa cintura nas alturas né?!). Além disso houveram drapeados, babados e longos fluídos tornando o verão 16 de Cavalli refrescante.

Versace

Uma coleção com o DNA da marca: Sexy! A grife levou para a passarela uma mulher pronta para a guerra usando militarismo sexy, patchwork selvagem, animal prints, barriga de fora e muitas fendas. O colorido apareceu nos prints e patchworks, para o restante da coleção cores predominantes na tendência militar.

Emporio Armani

Mais uma vez uma passarela jovial com o frescor de uma menina que usa do cinza ao rosa com comprimentos curtíssimo e barrigas de fora.

Nesta temporada eu senti falta do barulho que sempre faz o desfile da Moschino mas houveram também vários outros destaques criativos como Dolce & Gabbana com apresentação teatral das modelos em suas selfies que eram reproduzidas em tempo real nos telões da sala de desfile, o máximo!

Em breve o street style de Milão e logo ali já falamos em Pariiiis!!!

:*

Subscrever SS16